“Mulheres de sucesso querem poder ... amar”, uma leitura obrigatória
 
29Sep

“Mulheres de sucesso querem poder ... amar”, uma leitura obrigatória

476 Visualizações
Claudio Herique

 
Na tentativa de encontrar respostas para essa “guerra dos sexos” da igualdade entre os gêneros, acabei encontrando um livro muito interessante: “Mulheres de sucesso querem poder ... amar”, escrito pela jornalista, escritora e palestrante Joyce Moysés. O livro aborda principalmente o dilema feminino que é escolher entre uma carreira de sucesso ou uma vida amorosa bem sucedida, muitas vezes tendo que ainda fazer (e bem) o papel de mãe.
 
Embora as duas coisas sejam aparentemente inconciliáveis, principalmente para as mulheres que estão no auge do seu desempenho profissional, o livro mostra que é possível encontrar o equilíbrio e o sucesso, tanto na carreira quanto no amor. A jornalista ouviu executivas, psicólogas, psiquiatras, consultores, entre outros, e montou praticamente um “manual de sobrevivência” da carreira e do coração. A tese principal do livro é que a chave para o sucesso é uma mudança de atitude em uma série de aspectos, que passa também pela melhor compreensão e entendimento mútuo com os homens.
 
 
 
 
Falando nos homens, uma das coisas que mais gostei do livro é que ela mostra que as mulheres precisam deixar de olhar apenas para o próprio umbigo e também precisam decifrar melhor os homens de hoje. Nesse debate da igualdade entre os gêneros, muito se fala que os homens não estão preparados para a mulher moderna, bem sucedida. Muitos acreditam que os homens temem essa mulher, que de repente, está ficando tão poderosa. Não concordo com essa tese e o livro me deu alguns elementos a mais para formar minha opinião.
 
Naturalmente, ainda existe muito machismo nos ambientes de trabalho e preconceito contra as mulheres numa série de setores. Também já escrevi aqui no blog que alguns homens não lidam bem com o sucesso de suas esposas e companheiras. Não digerem bem, por exemplo, o fato de ganharem um salário inferior a elas (já escrevi aqui no blog sobre esse assunto). Mas acho que esse grupo não é a maioria, e principalmente os mais jovens, já lidam melhor com essas questões.
 
Preconceito e machismo à parte, acredito que a maior dificuldade neste entendimento entre homens e mulheres ainda reside na novidade, no fato de que esse fenômeno das mulheres deixarem a casa para ocuparem seu lugar (merecido) na sociedade moderna ainda é relativamente recente. Homens e mulheres ainda estão se adaptando a essa nova realidade.
 
 
 
 
No caso das mulheres, muitas vezes não é fácil conciliar e fazer bem (sim, as mulheres são mais perfeccionistas) tantos papéis -- profissional, mãe e esposa, namorada, etc. E reconheço que é difícil mesmo, principalmente se o homem que estiver ao seu lado também não compreende muito bem essa mulher moderna e suas necessidades. Não há sucesso hoje sem compreensão mútua. A boa notícia é que o livro da Joyce Moysés mostra que esse equilíbrio é possível sim, até mesmo porque as mulheres poderosas também têm direito de amarem e ser felizes.  
 

Além de ser muito fácil e agradável, é uma leitura obrigatória não apenas para as mulheres que estão buscando atingir uma carreira de sucesso, mas para todos aqueles que tentam compreender melhor os desafios de relacionamento que a sociedade moderna nos impõe. E aqui vai uma dica para os homens também: o livro traz uma série de informações valiosas para aqueles que querem entender melhor os dramas e dilemas dessa mulher moderna. Portanto, vale a pena tentar, embora pareça sempre tão difícil compreender a mente feminina. 

 

 


Comentários