“Dear Daddy”: um vídeo que todos os pais devem assistir
 
07Jan

“Dear Daddy”: um vídeo que todos os pais devem assistir

499 Visualizações
Claudio Herique

 

Normalmente não costumo compartilhar vídeos por aqui no blog e deixo para fazê-lo na página do Facebook, mas hoje vou quebrar esse protocolo, por um motivo muito justo. Costumo dizer que se um homem quer que seus filhos respeitem uma mulher no futuro é melhor ensinar isso desde muito cedo, pois não irão faltar exemplos fora de casa para incentivá-los a fazer o contrário. O vídeo intitulado “Dear Daddy” ilustra perfeitamente esse conceito (o link está disponível no final desse texto). 
 
Produzido pela Care International, uma organização não governamental que atua na defesa dos direitos humanos, o vídeo foi feito na Noruega mas serve para todos nós. Ele mostra nua e cruamente as consequências da desigualdade e talvez o lado mais negro dela, que é a violência contra a mulher. O filme, de cinco minutos traz a mensagem de uma menina que está para nascer e alerta seu pai sobre os preconceitos e agressões que ela poderá sofrer no futuro, apenas pelo fato de ter nascido mulher.
 
“Vão me chamar de vadia, só por causa da minissaia que usei, exatamente como você fazia quando era adolescente na escola”, narra a criança. Uma linguagem forte, mas precisa. Tão grave como a situação da violência contra as mulheres no mundo. Segundo dados da Organização Mundial da Saúde e da ONU Mulheres, 35% das mulheres já sofreram algum tipo de violência sexual.
 
Os homens precisam fazer algo para mudar isso. A educação dos nossos meninos tem um papel essencial para mudar essa cultura machista e é isso que o “Dear Daddy” ilustra tão bem. Assista ao vídeo aqui nesse link: https://www.youtube.com/watch?v=5NoxIRV38Xo

 

 


Comentários